Autódromo de Jacarepaguá: Patrimônio do Esporte Brasileiro

Memória viva do Autódromo de Jacarepaguá

Pela manutenção do Autódromo

leave a comment »

Blog do movimento supra partidário pela manutenção do acordo assinado em 2008 entre a Prefeitura da cidade do Rio de Janeiro e a CBA para que o Autódromo de Jacarepaguá possa ser conservado exatamente onde está, ou pelo menos até que o outro esteja totalmente pronto.
Ontem, após completar 20 dias de existência, um grupo de pilotos e preparadores protocolou o abaixo assinado na sede da CBA para ser entregue ao presidente da entidade Sr. Cleyton Pinteiro que estava fora do Rio de Janeiro. Porém, estava presente o presidente da FAERJ Sr. Djalma Faria Neves que teve conhecimento do manifesto na ocasião. Os assessores da presidência comentaram sobre a importância o apoio dos pilotos e da comunidade desportiva e que até então nenhuma reunião fora marcada para tratar do assunto pela Prefeitura do Rio.
O grupo organizador do manifesto considerou a entrega do mesmo à CBA com a presença do presidente da FAERJ apenas uma etapa deste processo e resolvemos empreender mais esforços, pois continuamos na luta para que o acordo seja honrado! Precisamos arrecadar mais assinaturas!. Estamos até agora com mais de 1700 assinaturas, mais de 500 on-line e cerca de 1.200 no papel. Agradecemos aos que assinaram e se empenharam em conseguir adeptos e afirmamos que continuamos contando com vocês.

Como já foi divulgado este abaixo assinado tem o objetivo de respaldar o Presidente da CBA Sr  Cleyton Pinteiro na decisão de NÃO ENTREGAR O AUTÓDROMO NELSON PIQUET, SEM QUE UM NOVO DE NÍVEL INTERNACIONAL E EM CONDIÇÕES DE SEDIAR O ESPORTE NA CIDADE DO RIO DE JANEIRO ESTEJA COMPLETAMENTE PRONTO.
Embora o automobilismo pareça um esporte de elite, isto é apenas um mito! Em suas categorias de base este esporte dá emprego a muitas pessoas e sustenta muitas famílias. Se pensarmos deste modo tacanho e simplista, existem outros esportes como hipismo, por exemplo, muito mais elitistas. O que dizer do rugbi e do golf? Continuamos achando que este tipo de análise em nada contribui para aclarar a principal questão: o Autódromo de Jacarepaguá  é um patrimônio público, construído com verbas públicas e de valor histórico e social inestimáveis, pois foi palco de vitórias que só engrandecem o esporte brasileiro.

Não se conseguirá construir nada de bom, destruindo um patrimônio como este! Ou numa hipótese mais otimista: não se conseguirá construir nada que represente mais  a melhor parte da história do automobilismo brasileiro do que o Autódromo de Jacarepaguá. Partindo deste pressuposto, quem terá coragem de assinar sua sentença de morte?

Quanto ao resgate da história do Autódromo precisamos que vocês leitores comentem nos posts destinados aos capítulos de forma coletiva. Já tem um começo lá do Capítulo II . Se você tem fotos ou ilustrações poderá enviá-las para nós.

Anúncios

Written by Pescador de informação

6 de Novembro de 2009 às 3:33

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: