Autódromo de Jacarepaguá: Patrimônio do Esporte Brasileiro

Memória viva do Autódromo de Jacarepaguá

Archive for Agosto 2012

Vídeo sobre o Autódromo de Jacarepaguá

with one comment

Written by Pescador de informação

8 de Agosto de 2012 at 10:56

Os Moribundos não podem se defender!

with 2 comments

Rio de Janeiro, 05 de agosto de 2012

Carta aberta à Presidente da PETROBRAS Sra Graça Foster,

Prezada Senhora,

Nós, preparadores, pilotos  e público em geral do automobilismo carioca estamos chocados com a  Copa PETROBRAS de Marcas realizada no Autódromo de Jacarepaguá no Rio de Janeiro, hoje dia 5 de agosto. A começar pelo cartaz de divulgação que afirmava ser a última grande corrida em Jacarepaguá até a locução da prova que enfatizava que o público devia registrar com fotos os ultimos instantes do Autódromo de Jacarepguá. Este é o motivo nos move a escrever esta carta, pois os moribundos não falam e nem podem se defender!

Não se sabe se a senhora e suas diretorias têm ciência dos planos da Prefeitura do Rio para o mencionado Autódromo. Então, gostaríamos de esclarecer um ponto fundamental aos responsáveis pelo nome da PETROBRAS estar ligado a este tipo de propaganda negativa: o Autódromo de Jacarepaguá será mantido até o fim de 2012, bem como o calendário do Campeonato Regional de Turismo já que, até agora, não há uma alternativa viável para a prática deste esporte na cidade.

Minha senhora, já está difícil dar continuidade ao esporte que depende de patrocinadores num autódromo que está destinado a morrer, agora imagine como é ainda mais complicado fazer isto, diante do seu enterro previamente anunciado por alguns publicitários  que desconhecem princípios éticos e a luta dos profissionais desta modalidade esportiva na busca de patrocinadores. Infelizmente, alguns deles são pagos com dinheiro da nossa PETROBRAS. Digo nossa, porque a Senhora como funcionária de carreria deve saber o quanto este esporte contribuiu nas década de 80 e 90 para o aperfeiçoamento dos carros a álcool no Brasil, aqui mesmo, nesta cidade. A estatal patrocinava  e até dava nome a categorias de turismo e monoposto. Portanto, é em nome desta velha relação que lhe fazemos um apelo!

Há muito já não podemos mais confiar nos políticos locais, pois eles prometem coisas  e não cumprem. O Governo Federal que deveria defender este patrimônio público e do esporte nacional está aparentemente cego diante da possibilidade de sediar uma Olimpíada que vai durar apenas 15 dias. Achamos que o Ministro dos Esportes desconhece a importância do automobilismo não apenas como esporte, mas também de sua capacidade para testes no desenvolvimento de pesquisas sobre novas alternativas  ao petróleo.

Nossos dirgentes (CBA  e FAERJ) foram cooptados por medo ou por cobiça após uma reunião que houve este ano em Brasília e desistiram covardemente da luta. O Prefeito Eduardo Paes já anunciou oficialmente que o autódromo será demolido para construção do Parque Olímpico, sem dar uma alternativa para categoria.

Os políticos fingem ignorar até uma questão social importante, a de que alguns destes  profissionais de automobilismo têm neste esporte seu único meio de sobrevivência. No momento, a situação está tão ruim que aqueles que têm famílias para sustentar  estão sendo obrigados a migrar para outras atividades.

Sabemos o quanto a  PETROBRAS contribuiu para formatar o modelo de transporte de massa que ainda vigora em nosso país: o rodoviário.  Mas, temos certeza que  hoje a maioria de seus funcionários veêm  a inovação tecnológica como saída para este modelo que está dando sinais de exaustão. Entre estes, incluimos a senhora que no tempo da BR tanto incentivou o uso biodisel.

Assim, quem sabe, poderia de alguma forma, voltar a ajudar esta modalidade esportiva localmente e esses profissionais que foram um dia tão úteis ao desenvolvimento e à pesquisa? Considerando também a cidade do Rio de Janeiro como estratégica para PETROBRAS, poderia ajudar também na luta pela permanência deste Patrimônio do Esporte que é o nosso Autódromo de Jacarepaguá.

Mas, até entenderemos se não puder ou não quiser nos ajudar no que sabemos ser uma difícil empreitada.

O que finalmente ponderamos é  que se a PETROBRAS não tem interesse direto na destruição do Autódromo de Jacarepguá, não faz sentido pisar ainda mais naqueles que um dia foram seus colaboradores. Então, por favor, não permita que seus “profissionais” de publicidade interfiram na nossa luta! Eles estão nos tirando o que nos resta de dignidade, atrapalhando o retorno da verba de nossos patrocinadores. Acreditamos que tanto a categoria quanto o Autódromo de Jacrepaguá, merecem mais respeito.

Atenciosamente,

Jason Castro e equipe do site Autódromo de Jacarepaguá

Written by Pescador de informação

5 de Agosto de 2012 at 15:41